Fernando Pinto diz “Coronelismo de Álvaro Dias é antigo no RN” e diz que o prefeito “está associado a grandes esquemas”

0
181

Por Agora RN — O pré-candidato do Partido Novo a prefeito de Natal, advogado Fernando Pinto, disse que o “coronelismo do prefeito Álvaro Dias (PSDB) é antigo no Rio Grande do Norte”, destacando que o atual mandatário da cidade enfrenta diversos problemas judiciais, inclusive com acusação por peculato (roubo). Além disso, Fernando Pinto cita vários outros problemas envolvendo Álvaro da época em que ele foi presidente da Assembleia Legislativa, como o escândalo do “Trem da Alegria” e o arquivamento da CPI da Cosern.

“Álvaro Dias sem dúvida está envolvido em toda a política coronelista no Estado e no município. E faz tempo que é conhecido no mundo coronelista no nosso Estado”, disse Fernado, em entrevista ao Agora RN nesta quinta-feira (6). “O prefeito Álvaro Dias está associado a grandes esquemas. Foi articulador do arquivamento da CPI da Cosern, foi acusado de peculato e de um monte de falsos testemunhos, e tudo quanto é crime. Somente este ano, tivemos várias atividades suspeitas denunciadas pelo ‘Blog do Dina’. Esse prefeito teria usado parentes para fazer contratações simuladas, se aproveitando do problema da Covid. O fato é que ele está envolvido em várias acusações e processos”, diz Fernando Pinto.

O pré-candidato a prefeito pelo Partido Novo lembra que Álvaro Dias foi acusado de efetivar, entre 1990 e 2002, vários cargos na Assembleia Legislativa, entre os quais mais de 10 parentes. “Esse caso foi notório, está nas páginas dos jornais da época, o cidadão pode pesquisar na internet. Foi um show de nepotismo do prefeito coronel, que nomeou, num verdadeiro trem da alegria, o irmão, a esposa do primo, ex-esposa, e o que mais você possa imaginar. Penso que Álvaro Dias deve ser expurgado de Natal”.

Coronelismo

Segundo o advogado Fernando Pinto, a prática coronelista tem o nepotismo (nomeação de parentes e amigos em cargos públicos) em suas veias. “O coronelismo está arraigado na vida política brasileira, e precisamos dar um basta nisso. Não é uma exclusividade do prefeito atual. Mas ele é um legítimo representante dessa política em Natal, a exemplo dos velhos políticos que infelizmente ainda comandam vários municípios brasileiros”.

Uma forma de exemplificar o coronelismo, segundo Fernando Pinto, é através do relacionamento com a Câmara Municipal. “Tem vários prefeitos que fazem o que querem nas câmaras. Os processos de investigação, de impeachment e de responsabilização são arquivados a mando do prefeito coronel. Além disso, tem a utilização do poder para beneficiar a si e a terceiros. A se analisar todo histórico do prefeito Álvaro Dias, há indícios de que ele pratica o coronelismo. Ele esteve envolvido no esquema do Trem da Alegria da Assembleia. Esse ano, como prefeito, mais uma vez tendo empregado parentes. É sempre obscuridade que vemos com Álvaro. O prefeito de Natal está sempre atrás de cortina de fumaça. É citado em vários esquemas”, diz Fernando Pinto.

Foto: Reprodução.

Deixe uma resposta