Papa Francisco pede que se pare de ‘aterrorizar as pessoas’ usando o nome de Deus

0
266

Por G1 — O papa Francisco fez um apelo em suas redes sociais neste sábado (22) para que se pare de “aterrorizar as pessoas” usando o nome de Deus.

“Deus não precisa ser defendido por ninguém e não quer que o Seu nome seja usado para aterrorizar as pessoas. Peço a todos que parem de instrumentalizar as religiões para incitar ao ódio, à violência, ao extremismo e ao fanatismo cego”, postou.

E prosseguiu: “Deus não te ama porque te comportas bem; ele simplesmente te ama e basta. Seu amor é incondicional, não depende de ti.”

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o dia 22 de agosto como Dia Internacional das Vítimas da Violência em relação à sua Religião ou Crença.

A decisão foi adotada em maio de 2019 com o apoio do Brasil, Canadá, Egito, Jordânia, Nigéria, Paquistão, Polônia e Estados Unidos.

No texto, a ONU expressa “séria preocupação pelos contínuos atos de intolerância e violência baseados na religião professada ou nas convicções pessoais”, que atingem membros de comunidades religiosas e minorias.

Foto: Vatican Media/Handout via REUTERS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui