VOA, Vodka potiguar leva segundo lugar em concurso da Inglaterra

0
356

Por Tribuna do Norte — O Rio Grande do Norte está mais uma vez representado entre os melhores produtores de bebidas alcoólicas do Brasil e do Mundo. A VOA Vodka, produzida e engarrafada pela tradicional destilaria Samanaú, em Caicó, ficou em segundo lugar em um concurso na Inglaterra, que reúne os melhores destilados do mundo. Apesar da produção potiguar, o produto só é comercializado no Rio de Janeiro, mas deve chegar ao mercado norte-rio-grandense em breve, juntamente com outras novidades da Samanaú.

De acordo com os desenvolvedores da bebida, a VOA, lançada em 2019, é a primeira vodka ultrapremium brasileira, concebida para ser uma das melhores do Mundo. O nome é uma abreviação de “Vodka Original Artesanal”, referência ao seu processo de produção no Seridó Potiguar. “A VOA é produzida e engarrafada na Samanaú, mas pertence a um grupo do Rio de Janeiro. Só é comercializada o Rio de Janeiro. Esse ano que vamos comercializar aqui no Estado (RN). A Samanaú vai fazer a segunda versão e nós vamos comercializar aqui no Rio Grande do Norte”, explica Vidaldo Costa, o Dadá Costa, proprietário da cachaçaria Samanaú.

A VOA se junta a outras bebidas produzidas na Destilaria Samanaú, que também receberam prêmios nacionais e internacionais. Em 2019, a Cachaça Envelhecida foi eleita a melhor do Mundo e a Cachaça Prata venceu sua categoria no concurso Vinhos e Destilados, realizado em São Paulo. As cachaças já haviam acumulado outras premiações como o primeiro lugar no Concurso Mundial 2014, realizado em Bruxelas, na Bélgica e terceiro lugar no NY Spirits 2012, em Nova York, Estados Unidos.

Vidaldo revela, ainda, planos para dobrar a capacidade do alambique nos próximos anos, visando as novidades que devem ser lançadas. A Samanaú integra um grupo de 12 cachaças do Brasil certificadas com o selo de orgânico para entrar no mercado internacional, sendo uma das duas do Estado a obter essa classificação.

Foto: Reprodução.

Deixe uma resposta