Fábio Faria, ministro das Comunicações, é diagnosticado com covid-19

0
105

Por Poder 360 — O ministro das Comunicações, Fábio Faria, foi diagnosticado com covid-19. Ele anunciou o resultado em suas redes sociais e informou que, apesar de estar com a doença, não se sente mal.

Em vídeo postado no início da tarde desta 5ª (15.set.2020), ele disse que testou duas vezes negativo antes de obter um resultado positivo.

“Fiz o teste do dia, o do dedo, deu negativo. Fui no hospital, deu negativo. Após isso, acabou de chegar o PCR (teste que colhe material no nariz), e deu positivo. Estou muito bem, saúde boa”, disse.

Na sequência, ele informou que a partir do momento que obteve o resultado positivo, passou a tomar hidroxicloroquina e azitromicina, medicamentos que vêm sendo indicados pelo presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores para a doença.

Veja o vídeo:

https://twitter.com/fabiofaria5555/status/1316810936016142338?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1316810936016142338%7Ctwgr%5Eshare_3%2Ccontainerclick_1&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.poder360.com.br%2Fbrasil%2Ffabio-faria-ministro-das-comunicacoes-e-diagnosticado-com-covid-19%2F

No último sábado (10.set) o ministro da Secretaria de Governo, general Ramos, também testou positivo para o vírus.

Faria é o 10º ministro do governo do presidente Jair Bolsonaro a ser infectado pelo novo coronavírus. Eis quem foram os outros:

Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional);
Bento Albuquerque (Minas e Energia);
Braga Netto (Casa Civil);
Jorge Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência);
Onyx Lorenzoni (Cidadania);
Marcelo Álvaro Antônio (Turismo);
Milton Ribeiro (Educação);
Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia e Inovações,);
Wagner Rosário (Controladoria Geral da União).

O presidente Jair Bolsonaro também foi contaminado pelo coronavírus. Ele teve o resultado positivo do teste divulgado em 7 de julho. Em 25 de julho, depois de mais 3 exames, afirmou que estava curado.

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro foi diagnosticada com a doença em 31 de julho. A avó de Michelle, Maria Aparecida Firmino Ferreira, de 80 anos, também contraiu covid-19. Ela foi internada no Hospital Regional de Ceilândia, no Distrito Federal, mas não resistiu e morreu no dia 12 de agosto.

Em 15 de agosto, o filho mais novo do presidente, Jair Renan, anunciou que contraiu a doença. Ele divulgou 1 vídeo tomando hidroxicloroquina. Em 25 de agosto, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) também disse estar com covid-19.

Diversas autoridades foram diagnosticadas com a doença depois da posse do ministro Luiz Fux como presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) em 10 de setembro.

Os participantes do evento que tiveram o diagnóstico de covid-19 divulgado são:

o presidente do STF, ministro Luiz Fux;
o presidente da Câmara, Rodrigo Maia;
os ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Luís Felipe Salomão e Antonio Saldanha;
a presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), Maria Cristina Peduzzi;
o procurador-geral da República, Augusto Aras.

Foto: Cléverson Oliveira/MCom.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui