RN tem quase 1.500 homicídios em 2020 e supera número de 2019

0
105

O Rio Grande do Norte voltou a registrar índices altos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs). Após uma redução de 26% com relação a 2018 e 2019, o ano de 2020, apesar da pandemia do novo coronavírus, que restringiu a abertura de estabelecimentos, obteve um aumento no número de homicídios.

Segundo dados apresentados pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE), o crescimento foi de 3,02%, quando em 2019 aconteceram 1.455 mortes violentas e no ano seguinte 1.499.

Conforme a COINE, os meses de fevereiro, abril e outubro registraram números de mortes muito maiores em 2020 do que no ano anterior. Nem mesmo o isolamento social, com menos pessoas circulando nas ruas foi capaz de reduzir a violência nesses meses no Estado. Os homicídios dolosos cresceram na passagem de 2019 para 2020, saltando de 1.074 para 1.222 ocorrências. As mortes provocadas pelas armas de fogo lideraram o ranking dos meios empregados ao longo do ano passado com 1.311 registros, seguido por arma branca (96) e espancamento (25).

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) publicou dados relacionadas à violência no Rio Grande do Norte com um recorte diferente, ampliando a análise para o período de 24 meses e não somente aos 12 meses de 2020. Conforme o levantamento da pasta, os números “mostram que ocorreram 712 Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLIs) a menos que o total registrado nos dois primeiros anos da administração passada. Somando os anos de 2015 e 2016, foram 3.666 mortes violentas em todo o estado. No biênio 2019/2020, foram 2.954 – o que representa uma redução de 19,4%”. No biênio 2019/2020, foram mortos 2.762 homens e 188 mulheres em todo o Rio Grande do Norte.

Deixe uma resposta