Surfe: Potiguar Ítalo Ferreira perde para Gabriel Medina e fica em 3º em Pipeline

0
125
PIPELINE, HI - DECEMBER 8: Excellent conditions for the trials of the Billabong Pipe Masters at Pipeline on December 8, 2020 in Kapalua, Hawaii. (Photo by Tony Heff/World Surf League via Getty Images)

Por Agência Brasil — O surfe brasileiro iniciou a temporada 2021 do circuito mundial masculino de elite com o segundo lugar de Gabriel Medina no Pipe Masters, etapa disputada em Pipeline, na Ilha de Oahu, no Havaí, finalizada no domingo (20). O paulista bicampeão do mundo chegou à final da prova mais tradicional da modalidade pela quinta vez na carreira, mas foi superado pelo havaiano John John Florence.

Atual campeão do circuito, o também brasileiro Ítalo Ferreira foi superado justamente por Medina na semifinal. A vitória teve gosto de revanche, pois o potiguar havia derrotado o paulista na decisão do Pipe Masters do ano passado, quando a etapa foi a última da temporada. Aquele resultado garantiu o título mundial de 2019 a Ítalo.

Entre as mulheres, a abertura do circuito também foi concluída em Pipeline, no domingo. A brasileira Tatiana Weston-Webb chegou às semifinais, sendo superada pela havaiana Carissa Moore, tetracampeã mundial. A vencedora foi a australiana Tyler Wright. A etapa iniciou na Ilha de Maui, também no Havaí, mas foi transferida para Oahu depois de um surfista amador falecer, após ser atacado por um tubarão. Foi a primeira vez que a elite do surfe feminino competiu em Pipeline.

A próxima etapa dos circuitos masculino e feminino de 2021 será em Sunset Beach, novamente no Havaí, a partir de 19 de janeiro.

Foto: © WSL/Heff/Direitos Reservados.

Deixe uma resposta