Candidato a vereador e outros cinco suspeitos são presos por envolvimento em tráfico no RN

0
147

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Mossoró, deflagraram, na madrugada desta quinta-feira (15), a Operação “Costa Branca”, que resultou no cumprimento de sete mandados de prisão preventiva e de nove mandados busca e apreensão, nos municípios de: Mossoró, Areia Branca e Porto do Mangue, decorrentes de investigação relativa ao tráfico de drogas e associação para o tráfico na região. Entre os alvos da operação, estão um candidato a vereador na cidade de Areia Branca e um segurança de uma agência bancária.

Gisckard Ranniery Lacerda da Silva, mais conhecido como “Ranniery Da Somobam”, 42 anos, candidato a vereador de Areia Branca, foi preso em sua residência, onde foram apreendidos um revólver e munições. Antônio Nicolau da Silva, mais conhecido como “Dedé”, 60 anos, pai do candidato a vereador, foi flagranteado com cocaína em sua residência. Gabriel Feio de Oliveira, 26 anos, segurança em uma unidade bancária no município de Areia Branca, foi preso em sua casa, onde foi apreendida a sua pistola.

Glaysson Wendson Lacerda Silva, 35 anos, irmão do candidato a vereador, também foi preso em sua residência. Rafael Leandro de Amorim, mais conhecido como “Galego”, 27 anos, foi preso em sua residência no município de Mossoró. Romário Pereira da Silva, 30 anos, preso em sua em residência, em Areia Branca, onde foram apreendidos quatro pés de maconha.

Ao longo das diligências, foram apreendidos: veículos, duas armas de fogo, munições, cocaína, maconha, vasta quantia em dinheiro e apetrechos para promoção do tráfico de drogas. A operação contou com o apoio da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) Mossoró, da Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa de Mossoró (DHM), das Delegacias Municipais de: Umarizal, Alexandria e Pau dos Ferros, da 1ª e 2ª Delegacia de Polícia (DP) de Mossoró, além da 2ª Delegacia Regional de Polícia de Mossoró.

As investigações contaram com o apoio da Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado (FT-NUDEM), coordenada pela Polícia Federal e, composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais, sob a coordenação da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP) e da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SESED).

Eles foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Foto: PC RN.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui